Cotidiano no Work Experience

Sol versus neve

Olá!

Hoje por aqui mais um dia bonito! Eu continuo achando incrível essa combinação de sol, céu azul e neve, é totalmente bizarro e lindo! Que só com óculos escuros para não ficar cega.

Mas nem sempre é assim, tem dias que eu acordo e mal consigo abrir a porta. De tanta neve na porta.
Ainda não me acostumei com esse cotidiano de neve, frio, sol, derretendo a neve e tombo.

Agora os hospedes começaram a chegar. Esse final de semana o hotel está totalmente lotado e continua assim durante a semana. Meu cotidiano em dias de hotel cheio: estou trabalhando esses dias de manhã no café da manhã de 6:30 as 10 da manhã, que farei um post exclusivo para ele porque tem muita coisa pra falar.

A noite eu fico na recepção. E as vezes não tem nada para fazer. Fico lá 5 as 9 da noite. O que faço é atender o telefone, transferir ligações e tirar algumas duvidas dos hospedes. Sinto que falo um monte de coisas erradas, mas aparentemente os hospedes gostam e me entende. Toda vez que falo que sou do Brasil, eles fazem várias perguntas, perguntou do clima e perguntam se sou do Rio.

Isso me gerou uma duvida, imagina se eu morasse no interior do Brasil. Não teria nada para falar com eles, imagina o dialogo:

– Você é do Brasil, do Rio?

– Não,sou de Mossoró.

– O que tem lá?

– Uma praça,uma igreja,uma padaria…

Seria totalmente bizarro esse dialogo, ainda bem que sou do Rio todos conhecem. Teve até um hospede que passou 3 meses por lá, mas todos ficam bem curiosas sobre o fato de estar aqui no meio do nada.

Tem um grupo indiano aqui no hotel. Muita gente,umas 30 pessoas e bem animados e barulhentos. No domingo eles fizeram um jantar indiano e me chamaram para participar.

Sopa de manga, feijão, creme verde estranho

E o resultado não foi muito bom, a comida era muito apimentada e acabei passando meio mal depois. Eles tem muito sotaque e na maioria das vezes não consigo entender nada dos que eles falam, mas são muito legais, isso quando eles não começam a falar na língua local deles.

Acabei não me sentindo a única estrangeira por aqui. Tem uma família de japoneses e um casal que acho que tem sotaque francês. Na verdade, eu sempre acho que alguém tem sotaque de algum lugar..

No geral as coisas estão bem tranquilas por aqui! Estou morrendo de saudade do Brasil, da minha mãe  e das minhas cachorras lindas! Saudade da farofa da minha vó e de um pão francês quentinho com mortadela!

Post relacionados

4 Comment

  1. Minha filha querida!! mamãe também esta com muitas saudades…e imagino que as meninas (cachorras) também.

  2. rosilene says: Responder

    Oi Carol, já vi que as coisas por aí estão se ajeitando devagar…
    parece que agora vc está realmente trabalhando, que legal, o que eu mais gosto nessa história toda é a neve, se tiver sobrando aí manda um pouco pra cá, rsrsrs…
    aqui está um calor insuportável, me espera que eu vou pra aí curti esse frio bom
    beijos, tô com saudade…

  3. Luciene says: Responder

    Garotaaaaaaaaa…muitas saudades de vc….e feliz por saber que estás bem….aproveite cada segundinhooooo pois quando menos esperar passará voando e estará de volta conosco…beijoooooooooooooooooooooooooo!!!

    1. Também estou morrendo de saudade!!! Beijooos

Deixe uma resposta