A descoberta da mexicana

mexico

Algumas semanas atrás tivemos um grupo grande aqui no hotel. Um time de ski de crianças: o Purgatory Team. É incrível pensar em todas aquelas crianças, que deviam ter de cinco anos a 10 anos, numa competição de ski. O motivo para eles virem para cá confesso que não entendi direito, alguma espécie de treinamento. Mas só sei que por eles, o café era feito algumas horas mais cedo e consequentemente eu tive que acordar mais cedo.

Como era um grupo muito grande, o hotel organizou um jantar mexicano no sábado à noite. Sábado noite leia-se 18h, o que é muito estranho para eu pensar em jantar às 6 da tarde. Acho que nunca jantei nesse horário porque isso ainda é hora de lanche ai no Brasil.

O ponto principal de esse jantar foi à descoberta da comida mexicana. Várias pessoas já falaram algo sobre comida mexicana, principalmente Vitor, mas sempre fiquei com um pé atrás, ou melhor, com os dois e nunca tinha comido nada.

É tão obvio quanto nome do estado, restaurantes mexicanos estão por todos os lados, mas acabei descobrindo que os Estados Unidos (principalmente Texas) tem a sua “própria” culinária mexicana, com algumas diferenças da verdadeira Mexicana.

“Característica predominante da culinária tex-mex é a forte presença do uso de carne, feijões e pimentas. São invenções típicas dessa fusão cultural-geográfica: nachos, crispy tacos, crispy chalupas, chili com carne, chili gravy e fajitas. Aperitivos como tortilla chips com salsa picante também são criações muito originais advindas dessa mescla cultural. Há casos, como o do chili com queso, não faz parte da tradição mexicana e, portanto, não é encontrado no México, só nos Estados Unidos.”

Nesse jantar, que foi feito por um grande restaurante aqui perto, acabou sobrando muita comida, muita comida mesmo. Tanta comida que acho que daria para fazer outro jantar! A Susie me dou boa parte dela e fui para casa comer. O jantar foi basicamente de tacos. O taco americano é diferente do mexicano, o que eu comi é basicamente o taco shells com os recheios, esse taco shells é uma espécie de biscoito salgado moldada para receber o cheio, enquanto o mexicano é uma tortilha aberta, estilo aquele pão Rap10.

Tacos

O recheio pode ser carne picada, queijo e alface. Pode colocar tomate, cebola e alguma coisa tipo um molho a campanha que eu dispenso. Também tem o guacamole que é um creme de abacate salgado e sour cream que é uma maionese azeda.  Tem arroz ,feijão e molhos com bastante pimenta, que a minha vó adoraria.

No geral a comida é bastante apimentada para mim, mas eu gostei. Gostei tanto que continuo comendo as sobras do jantar, no meu dia de folga fui ao Tacos Bells que é um fast food mexicano. Super barato e gostoso! Lá eu comi tacos, burritos e nachos. E segundo uma noticia na Isto É , a Tacos Bells planeja invadir o Brasil, os caras são donos do KFC e do Pizza Hut também que já estão em terras verde e amarela.

Sei que no Rio tem vários restaurantes mexicanos legais e assim que voltar vou explorar o México Carioca.

Mudando de assunto, andou fazendo mais frio que o normal aqui isso sem nevar desde o Natal e sem previsão de neve. Mas acontece que após um mês aqui o frio finalmente me pegou e estou resfriada, nada demais só aquela coriza chata e um milhão de espirros, não estou muita certa se é um resfriado mesmo ou um crise alérgica, por isso estou tomando antialérgico antes que qualquer coisa.

Tirando isso e a saudade, tudo tranquilo por aqui!

Post relacionados

1 Comment

  1. Isso mesmo, coma bastante!Quando chegar no Brasil, já sabe quem vai se dar bem com a arrumação do guarda-roupa… Estamos com saudades!!! MUITAS beijocas

Deixe uma resposta