Star Wars: ordem correta para assistir

starwars

starwars

Uma das maiores duvidas de quem esta entrando agora na Trilogia Star Wars ou quem esta querendo rever a Saga é a ordem correta para ver os filmes.

Então embaixo deixo de forma clara e simples as duas formas de você assistir a STAR WARS.

A trilogia de Star Wars composta pelos Episódios I, II e III, lançada entre 1999 e 2005, está longe de ser unanimidade entre os fãs da saga. De qualquer maneira, são filmes que fazem parte da história apresentada ao mundo entre os anos 70 e 80, para o bem ou para o mal.

Como não quero dar spoilers para quem jamais assistiu aos filmes, vou começar simplesmente listando as ordens propostas. Em seguida explicarei um pouco dos motivos para essas escolhas.

Mas esse guia também vale para quem, como eu, já assistiu incontáveis vezes a todos os filmes.

ORDEM DOS FILMES

As maneiras mais tradicionais de se assistir aos filmes são: pela ordem de lançamento ou pela ordem cronológica. As duas possuem problemas graves, mas há duas outras ordens pensadas por fãs para se assistir aos filmes sem se perder na historia.

A primeira é a ordem conhecida como Ernst Rister. A sequência que deve ser seguida é Episódios:

IV,V,I,II,III,VI
Ordem-Ernst-Rister-2

 

 

 

A segunda é conhecida como Ordem Machete. Nela, a sequência que deve ser seguida é Episódios:

IV,V,II,III,VI
Ordem-Machete-2

 

 

 

 

Sim, é exatamente isso. O Episódio I é totalmente ignorado nessa ordem.

Te indico que assista na ordem Ernst Rister pois foi a ordem que melhor entendi a Historia.

Para quem já conhece os filmes e não tem problema com spoilers, vamos a algumas explicações de por que essas ordens funcionam melhor do que as ordens oficiais.

star-wars-wallpaper-4

 

PORQUE ESCOLHER UMA DESTAS ORDENS

O maior problema de assistir aos filmes na ordem cronológica, do Episódio I ao Episódio VI, é que acaba com a surpresa de que Darth Vader é pai de Luke Skywalker.

Se você acha que isso não faz mal por essa informação já ser de conhecimento comum, veja a reação dessas crianças ao acompanharem essa revelação em “O Império Contra-Ataca”:


A ordem Ernst Rister soluciona esses problemas.

Ou seja: a pessoa vê os Eps. IV e V, descobre que Luke é filho de Darth, e fica assim: “Como assim, ele é filho do cara?! Mas como?”

darth-vader-luke

Aí, assiste aos Eps. I, II e III, que explicam tudo, desde a infância de Vader, etc. Tudo explicado, o espectador migra então para o Ep. VI, que dá continuidade a tudo que ficou em suspense no final do Ep. V.

Assim, além de preservar a surpresa da paternidade e logo depois explicá-la, através de um “flashback gigante” (Eps. I, II, III), essa ordem ainda mantém o suspense sobre o destino dos heróis, que ao final do Ep. V estão em desgraça (Luke perdeu a mão, Han Solo está sequestrado e congelado, etc.)

SEM O EPISÓDIO I

A Ordem Machete, com Episódios IV, V, II, III e VI, vai além e radicaliza um pouco mais, cortando totalmente o Episódio I.

Isso mesmo, essa ordem DESCARTA o Ep. I. Não é preciso vê-lo.
Justificativa: além do 1 ser o Ep. mais insosso de toda a saga, ele é descartável porque a maioria dos personagens morre no final. Logo, não há ligação com o resto da história.

gyl6BCO

Outras “vantagens” de ignorar o 1: desaparece o detestável personagem Jar Jar Binks, desaparece o chato garotinho Anakin / Vader infantil, e vão pro lixo as cenas confusas sobre os bastidores do poder no império.

Ainda, essa ordem valoriza o Ep. 6, O Retorno de Jedi, pois como o Ep. 3 termina com Vader assumindo de vez o lado negro, e o Ep. 6 começa com Luke surgindo todo vestido de negro, incluindo capa, surge o suspense de que ele pode ter passado para o lado negro da força. Ao descobrirmos, na batalha na corte de Jabba, que Luke ainda está “do bem”, a surpresa fortalece a já brilhante sequência de abertura do filme.

star-wars-episode-vi-return-of-the-jedi-20100812043313448

Para os defensores desta ordem, o Ep. 1 fica sendo uma espécie de “spinoff”, um “saiba um pouco mais” – pode ser visto ou não, não faz diferença.

Bom, depois dessa conferência, se você quer apresentar a saga para alguém que nunca a viu, ou se você quer brincar de “novo no ramo”, escolha uma dessas maneiras e boa viagem.

Um grande abraço e que a Força esteja com você!

Post relacionados

Deixe uma resposta